Crato: Indivíduo detido pela GNR por suspeita de agredir a mulher e a filha

ocorrências da GNR

A Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), no dia 28 de outubro, deteve um homem de 62 anos por violência doméstica, no concelho de Crato.

Segundo a GNR, “no âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito agredia a mulher e a filha, de 58 e 39 anos. No decorrer das diligências, foi dado cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, destacando-se a apreensão de 110 cartuchos e um revólver de calibre .38.”

O detido foi presente ontem, dia 29 de outubro, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Portalegre, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contactar por qualquer meio com as vítimas e com a testemunha e proibição de permanecer em espaço comum com as vítimas, vigiado eletronicamente através de pulseira eletrónica.