Quinta-feira, Agosto 18, 2022
Pub
Pub

Covid-19: Restaurantes e lojas deixam de ter limitações no número de clientes

- Publicidade -
- Publicidade -

Os estabelecimentos comerciais, restaurantes, cafés e afins deixam de ter limite máximo de clientes ou pessoas por grupo a partir de 01 de outubro, segundo as medidas hoje aprovadas pelo Conselho de Ministros.

Estas regras, anunciadas pelo primeiro-ministro, António Costa, têm aplicação prática a partir de 01 de outubro, dia em que se inicia a terceira e última fase do plano de desconfinamento aprovado pelo Conselho de Ministros em 29 de julho, tendo em conta o facto de atualmente o país registar uma taxa de 83,4% da população portuguesa já ter completa a vacinação contra a covid-19.

De acordo com as previsões das ‘task-force’ prevê-se que a taxa de 85% que tinha sido definida para a fase 3 seja atingida na próxima semana.

“Passamos a uma fase onde vai desaparecendo a generalidade das restrições impostas pela lei, entramos numa fase que assenta essencialmente na responsabilidade de cada um de nós”, precisou o primeiro-ministro, alertando que não se pode esquecer “que a pandemia não acabou e, podendo considerá-la controlada a partir do momento em que temos 85% da população vacinada, o risco permanece”.

A partir de 01 de outubro, o país evolui do estado de contingência para situação de alerta.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Bombeiros criticam critérios do Governo para a atribuição de veículos às corporações

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, que reuniu ontem com o presidente de uma Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários, criticou os critérios do...

Santiago do Cacém: Peça “Paixão Segundo João” apresentada em Abela

O espetáculo "Paixão Segundo João", de António Tarantino, é apresentado, na sexta-feira e no sábado, em Abela, no concelho de Santiago do Cacém (Setúbal),...