Covid-19: País passa a Estado de Alerta. Todas as regras se mantém, mas haverá agora coimas para incumprimentos

António Costa anuncia medidas

O Primeiro-Ministro, António Costa, acaba de anunciar que o País, à excepção da Área Metropolitana de Lisboa, vai entrar em Estado de Alerta.

De acordo com o anunciado por António Costa, a partir de agora vai manter-se em todo o país, o confinamento obrigatório para doentes e pessoas em vigilância activa.

Vão também manter-se as regras sobre o distanciamento físico, uso de máscara, lotação, horários e higienização.

Os ajuntamentos continuam limitados a 20 pessoas e continua a proibição de consumo de álcool na via pública.

No Conselho de Ministros, desta quinta-feira, foram ainda aprovadas coimas que podem ser aplicadas a que não cumprir as regras em vigor.

As coimas vão de 100 a 500 euros para pessoas singulares e de 1000 a 5000 euros para entidades coletivas.