Covid-19: Os 20 casos do Alentejo resultam “de infecções contraídas  fora do país, ou fora da região Alentejo”, afirma Delegada de Saúde da Região

A Autoridade de Saúde Regional do Alentejo emitiu, esta quinta-feira, um comunicado dando conta que “na sequência da declaração, a 30 de janeiro de 2020, de Emergência de Saúde Pública de Âmbito Internacional pela Organização Mundial da Saúde a Região Alentejo acionou de imediato os mecanismos de Preparação e Resposta à Doença por novo Coronavírus (COVID-19), coordenados pela ARS Alentejo, em alinhamento com as orientações da DGS.”

Filomena Araújo, Delegada de Saúde da Região Alentejo, começa por voltar a alertar que “têm sido divulgadas as recomendações nacionais para a população sobre as medidas de prevenção, nomeadamente o distanciamento social (evitar contacto próximo com outras pessoas), a adoção de medidas de higiene das mãos, de limpeza de objetos e superfícies e de etiqueta respiratória (não espirrar, tossir ou falar em direção a outros ou para as mãos), e o recurso preferencial ao contacto com a linha SNS 24 -808242424

A responsável pela saúde publica no Alentejo, destaca que “a rede de saúde pública da Região, tem ativamente participado nas medidas de contenção, promovendo a avaliação de todos os casos suspeitos identificados, a vigilância de todos os casos que o justificaram e a investigação epidemiológica, em articulação com os recursos instalados SNS, LAM – Linha de Apoio ao Médico e Hospitais de referência, e os serviços de saúde da região”, adiantando que “até ao dia 25 de Março foram diagnosticados 20 casos confirmados. A maioria resultou de infeções contraídas  fora do país, ou fora da região Alentejo.

A Delegada de Saúde da Região Alentejo refere ainda que “o aumento do número de casos na Região Alentejo é a evolução esperada na situação epidemiológica em curso, pelo que se deve manter a serenidade e evitar medidas discriminatórias e de invasão de privacidade dos casos e seus contactos.”

Os serviços de saúde continuam o trabalho de deteção precoce, vigilância e controlo para minimizar o número de casos”, “importa, a nível individual e coletivo, manter as medidas que promovem a contenção da doença por parte de todos os cidadãos”, refere ainda a Delegada Regional de Saúde.

Filomena Araújo termina dizendo que “consciente de que o Alentejo e todos os que aqui residem e trabalham, saberão estar unidos na luta contra este desafio global enorme, não posso deixar de apelar à participação ativa de todos para que:

Sigam as recomendações que forem sendo difundidas, de acordo com a evolução da situação;

Se informem nas páginas da DGS e da ARS Alentejo, ULSNA, ULSBA, ULSLA  e HESE: https://covid19.min-saude.pt/; https://www.dgs.pt/corona-virus, http://www.arsalentejo.min-saude.pt/Paginas/default.aspx ; http://www.ulsba.min-saude.pt/; http://www.ulsna.min-saude.pt/; http://www.ulsla.min-saude.pt/ e http://www.hevora.min-saude.pt/.

Em caso de necessidade liguem para o SNS 24 808242424;”