Covid-19: Município de Évora encerra parques infantis, museus e outros equipamentos municipais

Câmara de Évora
Foto:D.R.

A Câmara Municipal de Évora decidiu, na sequência do comunicado do Conselho de Ministros de 12 de Março, que dá conta das “medidas extraordinárias e de carácter urgente de resposta à situação epidemiológica do novo Coronavírus – COVID 19”, um conjunto de medidas a adoptar com efeitos imediatos, nomeadamente o cancelamento ou adiamento, sem data, de todos os eventos de iniciativa municipal, e o encerramento, total ou parcial, de um conjunto de equipamentos municipais.

Desta forma,

 – Serão canceladas todas as iniciativas de âmbito sociocultural, desportivo, de recreio e actividades de tempos livres, promovidas pelo Município;

– Será cancelado o mercado temporário (de abril);

– Será vedado o acesso ao público a equipamentos socioculturais e desportivos interiores, nomeadamente as Piscinas Municipais, o Centro de Convívio Municipal, a Arena d’Évora, o Monte Alentejano, a Ludoteca, a Igreja de São Vicente, o Convento dos Remédios, o Museu da Água, a Casa da Balança, as visitas ao Arquivo Municipal, a biblioteca itinerante Loja dos Sonhos e todas as zonas interiores dos equipamentos desportivos;

– Serão encerrados os parques infantis;

– As zonas exteriores de utilização livre do Complexo Desportivo, bem como o Circuito de Manutenção manter-se-ão em funcionamento, restringindo-se o acesso aos equipamentos de uso coletivo (aparelhos de atividade física e de manutenção);

– Serão suspensas as visitas de grupo às Termas Romanas, situadas no Edifício dos Paços do Concelho;

– Serão adotadas medidas de condicionamento de acesso a cada local de atendimento público, dando-se preferência ao atendimento pelos meios telefónicos e digitais, cujos endereços estão disponíveis para consulta na página da Câmara Municipal de Évora em http://www.cm-evora.pt/  ;

– Adequaremos o funcionamento de todos os serviços municipais a esta situação de emergência.

Estas medidas estão em vigor até ao dia 14 de abril. A situação será monitorizada de forma permanente, adotando-se, se necessário, novas medidas durante este período.