Covid-19: Hotéis do Alentejo com “alguns cancelamentos” por restrições em Lisboa

Hotel

Vários hotéis do Alentejo registaram “alguns cancelamentos” de reservas para este fim de semana, devido às restrições de circulação impostas à Área Metropolitana de Lisboa, constatou hoje a Lusa numa ronda por unidades da região.

O Convento do Espinheiro, em Évora, foi aquela que referiu a taxa de cancelamentos mais elevada. Fonte da unidade indicou que o “volume de cancelamentos” rondava os “30% a 40%” até à manhã de hoje, “essencialmente clientes de Lisboa”.

Já no distrito de Portalegre, fonte do Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte, disse à Lusa que registou “alguns cancelamentos” de reservas para o fim de semana devido à situação que se vive na região de Lisboa, acrescentando que a taxa de cancelamentos é da ordem dos “10%”.

Em Portalegre, no Hotel José Régio, fonte da unidade hoteleira explicou à Lusa que foram “registadas algumas alterações”, com clientes oriundos da zona de Lisboa, tendo os mesmos pedido para mudar as datas de estadia.

A mesma fonte indicou que esse pedido efetuado pelos clientes se situa “na ordem dos 10%”.

Várias outras unidades de Évora, Beja e do litoral alentejano confirmaram ter tido “alguns cancelamentos” nos últimos dias, mas não forneceram números concretos.

O Conselho de Ministros de quinta-feira determinou a proibição de circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) entre as 15:00 de hoje e as 06:00 de segunda-feira, excetuando os “motivos de saúde ou por outros motivos de urgência imperiosa”, devido à subida dos casos de infeções por covid-19.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, já morreram em Portugal 17.061 pessoas dos 862.926 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.