Covid-19: Governo e Autarquias coordenam resposta a populações ciganas afectadas pela pandemia, no Alentejo

A Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira, o Secretário de Estado da Saúde, António Sales, e o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional (coordenador da execução das medidas de combate à pandemia da COVID-19 para o Alentejo), Jorge Seguro Sanches, desenvolveram um conjunto de medidas de apoio às populações ciganas, em articulação com o interlocutor do Ministério da Saúde para as populações com vulnerabilidade acrescida, o Alto Comissariado para as Migrações (ACM), a Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS), e as Câmaras Municipais de Moura e Beja.

No seguimento da realização de testes de despiste ao COVID-19 no Bairro Espadanal, no concelho de Moura, foram detectados 33 casos positivos de COVID-19.

De imediato, o Alto Comissariado para as Migrações contactou a autarquia bem como outros intervenientes locais – como os mediadores interculturais e o pastor da Igreja Evangélica que serve a população – e foram tomadas as seguintes diligências:

– a autarquia procedeu à desinfestação do bairro, sensibilizando a população para o mesmo;

– em articulação com a ARS Alentejo e as Forças de Segurança, decidiu-se manter as famílias em casa, garantindo resposta às necessidades prementes: alimentação, medicação, receituários e cuidados de saúde;

– a autarquia colocou um novo reservatório de acesso para a população, ainda que as habitações tenham água canalizada;

– de forma a garantir que a população permanece no bairro, as forças de segurança estão presentes nas zonas de acesso ao mesmo.

 Com vista à prevenção, também foram tomadas medidas no Bairro das Pedreiras, no concelho de Beja, cuja autarquia havia já promovido em Março uma limpeza profunda em colaboração com a população cigana. Durante a próxima semana, vai realizar-se nova acção de desinfecção do bairro, com a colaboração da União de Freguesias de Salvador e Santa Maria da Feira.

O Bairro das Pedreiras recebe semanalmente um mediador do ACM, contratado pelo município, que realiza habitualmente acções de formação e sensibilização, sendo que também a Câmara Municipal organizou uma extensa acção de informação sobre a pandemia, com técnicas de acção social, no passado dia 24 de Março.