Covid-19: Feira do Campo Alentejano em Aljustrel adiada para setembro

Feira do Campo Alentejano

A 20.ª edição da Feira do Campo Alentejano, em Aljustrel (Beja), que costuma decorrer em junho, foi adiada para setembro, desde que se encontrem reunidas condições de “segurança” face à pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Câmara de Aljustrel explicou que “decidiu reprogramar o certame”, previsivelmente para o primeiro fim de semana de setembro, entre os dias 03 e 05.

O município referiu esperar que, nessa data, “se encontrem reunidas as condições” para que a feira “possa ser celebrada condignamente e em segurança”.

Se tudo correr favoravelmente, no âmbito da evolução da pandemia provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, o Parque de Feiras e Exposições local poderá “voltar a ter movimento, sonoridades, cores, alegria, vida e gente”, disse a câmara, afiançando que tudo fará para “realizar uma edição especial”, “mais forte e dinâmica”.

Que esta edição seja especial e simbólica”, significando “o reerguer de uma comunidade que se sabe unir nos maus momentos e convergir nos bons”, sublinhou.

Segundo o município, a feira “é encarada como uma oportunidade para voltar a afirmar” o território, “ajudando à revitalização da economia e, neste momento particularmente difícil”, é considerada também como “determinante para o comércio”.

A intenção é ainda a promoção das potencialidades turísticas do concelho, incrementando-se a valorização das atividades tradicionais, como o artesanato, a doçaria e a gastronomia”, reforçou.

A Câmara de Aljustrel revelou ainda no comunicado que, a confirmar-se a 20.ª edição da Feira do Campo Alentejano em setembro, o certame incluirá na programação o evento multicultural Festicante, que terá como país convidado o Brasil.