Covid-19: Escola de Évora retoma aulas presenciais após surto com 12 casos

Crianças infetadas

As aulas presenciais foram retomadas hoje na Escola Secundária Gabriel Pereira, em Évora, depois de duas semanas com o regime de ensino à distância, devido a um surto de covid-19 com 12 casos, revelou o diretor.

O diretor do Agrupamento de Escolas Gabriel Pereira, Fernando Martins, indicou à agência Lusa que as aulas presenciais neste estabelecimento de ensino foram retomadas “quase a 100%“, pois “apenas um aluno” se mantém em isolamento profilático.

Há apenas um aluno que não regressou às aulas presenciais“, uma vez que “termina o isolamento profilático nos próximos dias“, esclareceu.

Segundo o responsável, na sequência do surto de covid-19 detetado na Escola Secundária Gabriel Pereira, foi identificado um total de 12 casos de infeção.

Toda a população escolar participou na segunda fase de testagem“, realizada na semana passada, com “resultados negativos“, pelo que “estão reunidas as condições para o regresso ao regime presencial“, sublinhou.

Há duas semanas, foi revelado que sete turmas desta escola estavam em isolamento profilático devido a um surto de covid-19 detetado entre os alunos, na altura com “três casos confirmados“, disse então à Lusa Fernando Martins.

Nesse dia, o diretor explicou que as turmas ficavam em isolamento “até aos dias 01, 03 e 04 de junho“, mas tinham sido detetados contactos de alto risco com os infetados em pelo menos mais quatro turmas.

Considerando a necessidade de manter as condições de segurança a todos os utentes”, foi determinada a “passagem do 9.º ano e do ensino secundário, regular e profissional, para o ensino à distância“, até que fossem conhecidos os resultados dos testes a todos os alunos e professores das turmas em isolamento.