Covid-19: Dia da Defesa Nacional adiado para 2021. Mais de 6 mil jovens abrangidos

Defesa Nacional

O Ministério da Defesa Nacional anunciou, esta semana, a suspensão do Dia da Defesa Nacional devido às restrições determinadas pelo Estado de Emergência, no âmbito do combate à pandemia.

Segundo o Ministério “face à presente situação epidemiológica da covid-19 em Portugal, que determinou a declaração do estado de emergência, regulamentada pelo Decreto nº.8/2020, e atendendo à Resolução do Conselho de Ministros n.º 96-B/2020, designadamente as restrições aplicadas a 191 concelhos do país para reduzir o risco de contágio, o Ministério da Defesa Nacional decidiu suspender o Dia da Defesa Nacional em todos os Centros de Divulgação do país, a partir da próxima segunda-feira (16 de novembro) e até ao final da 16º edição, calendarizada para o dia 4 de dezembro.”

Ainda de acordo com a informação disponibilizada, “esta medida abrange um total de 6.016 jovens, que veem o cumprimento do seu dever militar adiado para datas a definir, em 2021.”

O Ministério alerta ainda os cidadãos que “deverão estar atentos aos Editais de Convocação de 2021, afixados até ao final deste ano nas Câmara Municipais, Juntas de Freguesia, Postos Consulares e em https://bud.gov.pt/.”

Os pedidos de esclarecimento adicionais podem ser colocados através do endereço eletrónico ddn@defesa.pt ou através da linha de atendimento telefónico do Balcão Único da Defesa – (+351) 213 804 200.