Covid-19: Câmara de Odemira destina 50 mil euros para apoiar agentes culturais

Euros

Um Fundo de Apoio Extraordinário aos Agentes Culturais do concelho de Odemira (Beja) foi constituído pela câmara municipal, com um valor total de 50 mil euros, devido à pandemia de covid-19, foi hoje revelado.

Em comunicado enviado, o Município de Odemira anunciou a constituição do fundo e revelou que a fase de candidaturas está aberta e decorre até ao dia 30 deste mês.

Esta iniciativa tem como objetivo “minimizar o impacto da suspensão da atividade dos artistas e associações do concelho em consequência da pandemia da covid-19”, justificou a autarquia.

O Município de Odemira entende como imperativa necessidade apoiar os agentes culturais locais, cuja atividade foi encerrada ou amplamente condicionada”, disse, indicando que o fundo se dirige aos artistas em nome individual, para os ajudar a “fazer face ao cancelamento das suas atividades”.

Segundo o comunicado, “ainda no âmbito das medidas extraordinárias de apoio ao setor cultural”, a câmara vai “contratualizar, junto dos artistas e do meio criativo local, uma bolsa de espetáculos a realizar no âmbito de programação municipal até ao final de 2021, até ao valor global de 100 mil euros”.

Esta iniciativa decorre de um conjunto de medidas extraordinárias de apoio às famílias, às instituições e às empresas, como resposta à crise social e económica”, entretanto aprovadas em reunião camarária.

As candidaturas ao Fundo de Apoio Extraordinário aos Agentes Culturais devem ser efetuadas através de um formulário disponível na página de Internet do município (www.cm-odemira.pt/p/apoioagentesculturais ).