Covid-19: Administração Regional de Saúde, Autarquia e Universidade de Évora apelam à não discriminação de estrangeiros na cidade

Covid-19

Num comunicado emitido, esta quinta-feira, assinado pela Administração Regional de Saúde do Alentejo, Universidade de Évora e Câmara Municipal de Évora, apela-se à não discriminação das pessoas não portuguesas que visitam a cidade, nela vivem, estudam e permanecem temporariamente.

Um comunicado que passamos a transcrever na integra:

“Até ao momento a região do Alentejo tem-se mantido sem indivíduos infetados o que deve tranquilizar toda a população.

Sabemos que a qualquer momento a situação pode mudar, mas até lá toda a comunidade deve esforçar-se para impedir que os sentimentos de insegurança se apoderem das pessoas e que, com eles, se desenvolvam atitudes que todos condenamos, como a discriminação do outro que não é da região ou do país.

O Alentejo, tal como Portugal no seu todo, é uma região hospitaleira, acolhedora e assim se deve manter.

A Administração Regional de Saúde do Alentejo, a Universidade de Évora e a Câmara Municipal de Évora vêm por este meio apelar à não discriminação das pessoas não portuguesas que visitam a cidade, nela vivem, estudam e permanecem temporariamente, para que se sintam em segurança e bem acolhidas como sempre.

A forma aconselhável para lidar com esta situação inesperada é cumprir escrupulosamente as indicações das autoridades de saúde – nomeadamente lavar as mãos frequentemente e espirrar/tossir com o braço à frente (ver site da DGS https://www.dgs.pt/corona-virus.aspx), manter a serenidade e o sentido de responsabilidade, individual e coletiva.

Neste sentido de responsabilidade inclui-se o reconhecimento, que deveria ser óbvio, que a comunidade em que vivemos é multicultural e inclui pessoas de diferentes zonas do globo.

Todos somos pessoas, todos temos que ser respeitados e é dever de toda a sociedade reconhecer esta igualdade.

Nota: Comunicado emitido pela Administração Regional de Saúde do Alentejo, Universidade de Évora e Câmara Municipal de Évora”