Covid-19: Adiados os exames do secundário. Ensino Básico continuam com aulas à distancia

António Costa anuncia medidas

Foi numa conferência de imprensa realizada, esta quinta-feira, que o Primeiro Ministro, António Costa anunciou que o terceiro período inicia-se no próximo dia 14, mas sem actividades lectivas presenciais para o Ensino Básico

Já o ensino secundário, António Costa referiu que ainda não é possível tomar a decisão de quando as aulas presenciais podem iniciar, dependendo da  “evolução da situação”, continuando assim para já com aulas não presenciais.

Assim, mas medidas aprovadas foram:

  • o terceiro período inicia-se no próximo dia 14 de abril, mantendo-se suspensas as atividades letivas e formativas presenciais nas escolas;
  • o ensino básico permanecerá até ao fim do ano letivo no modelo de ensino não presencial, com recurso às metodologias digitais que será reforçado com o apoio de emissão televisiva de conteúdos pedagógicos;
  • avaliada a evolução da situação epidemiológica COVID-19, o Governo pode decidir retomar as aulas presenciais dos 11.º e 12.º anos de escolaridade, garantindo-se o distanciamento social (aulas, salas, turmas) e justificando-se as faltas dos alunos cujos encarregados de educação optem por não deixar frequentar;
  • o 10.º ano de escolaridade permanece até ao fim do ano letivo no modelo de ensino não presencial
  • são cancelados os seguintes exames e provas:
    • provas de aferição, dos 2.º, 5.º e 8.º anos de escolaridade;
    • provas finais do ensino básico, no final do 9.º ano de escolaridade;
    • provas a nível de escola, realizadas como provas finais do ensino básico;
    • exames finais nacionais, quando realizados por alunos internos, para efeitos de aprovação de disciplinas e conclusão do ensino secundário.
  • os alunos apenas realizarão exames finais nacionais nas disciplinas que elejam como provas de ingresso para efeitos de concurso nacional de acesso ao ensino superior;
  • para conclusão dos ciclos de ensino básico e secundário, as classificações de cada disciplina têm por referência o conjunto do ano letivo, incluindo o trabalho realizado ao longo do 3.º período;
  • o 3.º período terminará a 26 de junho de 2020.

Na comunicação feita, António Costa destacou que este é mais um sacrifício que se justifica, pois a suspensão das aulas deu um contributo decisivo na contenção da pandemia da covid-19.

Refere ainda que estas medidas baseiam-se na prudência acima de tudo, pois apesar da desaceleração da pandemia, ainda não chegamos ao dia em que podemos começar a levantar as medidas de circulação.

Concluiu dando os felicitando comunidade educativa, com o esforço de todos ao longo dos últimos dias.

(em actualização)