Covid-19: Aberto inquérito, pelo Ministério Público, sobre surto em lar de Reguengos de Monsaraz

Lar de Reguengos de Monsaraz onde surgiu um surto de Covid-19

Após ter sido conhecida uma auditoria realizada pela Ordem dos Médicos, que indicava algumas irregularidades no Lar de Reguengos de Monsaraz, o Ministério Público deu hoje a conhecer que instaurou um inquérito sobre este surto.

A noticia é avançada pela Agência Lusa, que contactou a Procuradoria Geral da Republica que confirmou a existência de um inquérito sobre o surto de covid-19 que surgiu no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), o qual corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.

O surto no lar provocou, até quinta-feira, um total 162 casos de infeção, incluindo 18 mortos: 16 utentes, uma funcionária do lar e um homem da comunidade.

No lar, foram contaminados 80 utentes e 26 profissionais, mas a doença propagou-se à comunidade e infetou outras 56 pessoas.