Corpo em avançado estado de decomposição retirado de charca, próximo de Évora

Vários feridos

O corpo de um homem foi retirado, este domingo, de uma charca próximo de Évora, avançou a Agência Lusa.

De acordo com a mesma fonte, o corpo já estaria “na água há algum tempo” e com “alguns sinais de decomposição”, adiantaram à Lusa fontes policiais e da Proteção Civil.

Ainda segundo a Lusa, que cita fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Évora (CDOS),”o alerta para um resgate aquático” foi dado cerca 12:20, quando “uma pessoa foi avistada dentro de água, já sem vida”, numa charca de água na zona do Bairro de Santa Luzia, próximo de Évora.

Ainda segundo a mesma fonte, “o corpo encontrava-se em estado de decomposição e os bombeiros foram desmobilizados”.

Contactada pela Lusa, a Policia Judiciária revela que se trata de “um homem, que aparenta ter mais de 45 anos” e que “já estava na água há algum tempo”, tendo acrescentado ainda que “apresenta alguns sinais de decomposição e não apresenta sinais de crime, mas vai ser sujeito a autópsia e, por enquanto, desconhecemos as circunstâncias em que ocorreu a morte e a identidade do indivíduo”.

O corpo foi transportado para os serviços de Medicina Legal de Évora.

Para o local foram mobilizados os Bombeiros de Évora, INEM, PSP e PJ.

Fonte: Agência Lusa