Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS) abrangem, pela primeira vez, todo o distrito de Évora

Os concelhos de Mora, Alandroal, Mourão e Reguengos de Monsaraz foram os últimos a verem confirmada a respectivas candidaturas na plataforma do balcão 2020, aos Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS).

Durante o mês de Julho os restantes 10 concelhos do distrito de Évora já haviam submetido as suas candidaturas fazendo o pleno em matéria de candidaturas aos CLDS.

Recorde-se que é a primeira vez que todo do distrito se encontra totalmente coberto por esta importante ferramenta ao nível social e que vai permitir um investimento de mais de 6 milhões de euros em todo o território.

Os montantes atribuídos para cada concelho e entidades coordenadoras dos projectos são os seguintes:

  • Arraiolos, 343.200,00€ -Agrupamento Monte – Alentejo Desenvolvimento Central, ACE;
  • Vendas Novas, 396.000,00 € – S.C.M. de Vendas Novas;
  • Mora, 390.000,00 €- S.C.M. de Mora;
  • Montemor-o-Novo, 396.000,00€ – O Sobreiro-Associação de Proteção Social à população de Cortiçadas de Lavre;
  • Alandroal, 450.000,00 €- S.C.M de Alandroal;
  • Vila Viçosa, 421.200,00 €- S.C.M de Vila Viçosa;
  • Viana do Alentejo, 420.000,00€ – Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento  Integrado;
  • Borba, 468.000,00€ – Associação de Desenvolvimento Montes Claros;
  • Redondo, 436.800,00€ – S.C.M de Redondo;
  • Portel, 450.000,00 €- ADA – Associação de Desenvolvimento, Ação Social e Defesa do Ambiente;
  • Mourão, 420.000,00 – ADEREM-Associação de Desenvolvimento de Mourão;
  • Reguengos de Monsaraz, 504.000,00 €- Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva;
  • Estremoz, 540.000,00 €- S.C.M de Estremoz
  • Évora, 546.000,00 €- APPACDM de Évora.

A 4ª geração dos CLDS está centrada na promoção da inclusão social de grupos populacionais que revelem maiores níveis de fragilidade social num determinado território, mobilizando para o efeito a acção integrada de diferentes agentes e recursos localmente disponíveis.

No Distrito de Évora o acompanhamento dos projectos é do Centro Distrital de Segurança Social de Évora.