Segunda-feira, Setembro 26, 2022
Pub

Confirmado um caso de Febre do Nilo Ocidental na região de Alcácer do Sal

- Publicidade -
- Publicidade -

A Associação Portuguesa de Médicos Veterinários de Equinos revelou que foi confirmado um caso de Febre do Nilo Ocidental na região de Alcácer do Sal.

A referida associação alerta os proprietários de equinos que “é de extrema importância que os proprietários de cavalos tomem medidas para proteger os seus equinos (e as suas famílias) das picadas de mosquito.

Explica a Associação que a Febre do Nilo Ocidental “é uma doença viral grave que afeta o sistema nervoso central e é transmitida aos equídeos (e humanos) por mosquitos infectados”, acrescentando que “as aves selvagens são hospedeiros primários da FNO mantendo-se o vírus em circulação graças ao ciclo de transmissão mosquito–ave selvagem–mosquito, enquanto que os seres humanos e os equinos se consideram como hospedeiros finais do vírus. Assim, não há risco de um cavalo infectado contagiar directamente outro cavalo ou seres humanos.”

Relativamente aos sintomas da doença, refere a Associação que “são sinais clínicos da doença neurológica em equinos podem incluir anorexia, depressão, ataxia, contracção muscular, paralisia parcial, visão diminuída, pressão da cabeça, ranger de dentes, marcha confusa, convulsões, movimentos circulares e dificuldade na deglutição. A debilidade ocorre usualmente nos membros posteriores e é geralmente seguida de paralisia. Em alguns casos, a doença pode evoluir para coma e morte. A presença de febre não é sistemática.

Os responsáveis da Associação concluem salientando que “não existe tratamento específico para a doença além de tratamentos de suporte/paliativos. A maioria dos animais afectados recupera espontaneamente.”

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

OVNI’s no Alentejo? Não, era só a corrente de satélites do programa Starlink

A corrente de satélites do programa Starlink, da empresa SpaceX, de Elon Musk, passou este domingo pelos céus do Alentejo, tendo surpreendido os mais...

Produtos de Bebé: o que é e o que não é reciclável

Muitos são os produtos que se compram e se utilizam para cuidar de um bebé. Mas, será que sabemos o que fazer-lhes depois de...