Cerca de uma centena de alunos de Évora desafiados pela Fundação Eugénio de Almeida a fazer voluntariado

Neste ano lectivo 2019/2020 a Fundação Eugénio de Almeida está a desenvolver o projecto “Voluntariado nas Escolas”, uma iniciativa que visa sensibilizar, capacitar e incentivar os alunos da região a realizar actividades de voluntariado.

Trata-se de um projecto desenhado pela equipa técnica do Programa de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, conta 10 sessões teórico-práticas seguindo um itinerário que visa sensibilizar os jovens estudantes do ensino secundário sobre o tema, inspirar os mesmos através de testemunhos de voluntários e de dirigentes de organizações locais promotoras de voluntariado, capacitar sobre como gerir projectos e apoiar o desenvolvimento de actividades concretas de voluntariado.

Segundo Henrique Sim-Sim, Coordenador da Área Social e de Desenvolvimento, “lançámos este desafio a algumas escolas da cidade e de imediato aderiram. Estão neste momento envolvida 4 escolas (Escola Básica André de Resende, da Escola Secundária Gabriel Pereira, da Escola Secundária André de Gouveia e da Escola Secundária Severim Faria) e um total de 90 alunos. Com este projecto a Fundação pretende reforçar o papel transformador do voluntariado nas novas gerações, contribuindo para a sua formação cívica e para a adopção de uma atitude responsável e comprometida com a nossa comunidade. Através de sessões muito práticas e dinâmicas, promove-se a atitude de observar de forma mais atenta a nossa realidade social, os problemas que nos afectam todos os dias, e a partir daí desenvolver uma iniciativa que tem como uma base o voluntariado”.

Henrique Sim-Sim realça ainda que “a prática de voluntariado nos jovens permite reforçar o seu sentido de pertença à comunidade, o seu sentido de empatia para com o outro, desenvolver diversas competências sociais, reforçar as relações interpessoais, participar activamente na minimização de problemas sociais e, por isso mesmo, proporcionar sentimentos positivos e de satisfação que resultam em jovens cidadãos mais felizes”.

Este projecto conta com um forte envolvimento de diversos professores e de um conjunto de voluntários-mentores, aos quais a Fundação proporcionou uma integração cuidada para, com o seu conhecimento, competências, experiência e paixão pela prática de voluntariado, apoiarem os alunos no desenvolvimento dos seus projectos.

Nazaré de Jesus, técnica do programa de voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida refere que “estamos muito satisfeitos com os primeiros resultados desta iniciativa piloto, tendo óptimo feedback dos alunos, dos professores e dos voluntários envolvidos, estando a ser desenvolvidas algumas iniciativas surpreendentes que os alunos vão colocar em prática muito em breve. Temos depois previsto realizar um grande encontro com todos os participantes e a comunidade, para partilha de resultados e celebração do impacto alcançado, e poder premiar os melhores projectos. É para nós muito gratificante o contacto diário com estes jovens e ver o seu interesse, energia e motivação para a acção”.

O projecto Voluntariado nas Escolas vai continuar até dia 18 de Março, data em que está previsto realizar-se a apresentação pública dos projectos no Auditório da Fundação Eugénio de Almeida.