Quarta-feira, Setembro 27, 2023
Pub

Centenas de estudantes europeus vão lançar foguetões no EuRoc 2023

Mais notícias

A quarta edição do European Rocketry Challenge (EuRoC), concurso europeu de lançamento de foguetões, reúne este ano cerca de 600 estudantes de 14 países, numa competição que vai decorrer em Constância (Santarém) de 10 a 16 de outubro.

Um total de 22 equipas de várias universidades europeias, incluindo portuguesas, passarão por Constância “num evento que é uma montra tecnológica daquilo que é uma atividade pré-industrial dos alunos que se preparam para ser os profissionais de amanhã no campo dos lançadores [de foguetões/rockets], disse hoje Ricardo Conde, presidente da Agência Espacial Portuguesa (AEP), na cerimónia de assinatura de um protocolo com a Câmara de Constância.

O acordo prevê que o município passe a acolher o evento de dois em dois anos, alternando com Ponte de Sor (Portalegre), cidade que acolhe o EuRoc desde a primeira edição.

O concelho de Constância será assim, este ano, o centro da competição, sendo o Campo Militar de Santa Margarida, também situado naquele município, o local escolhido para o lançamento dos foguetes (‘rockets’).

Pela primeira vez, o ‘paddock’ (local onde se reúnem as equipas para a montagem e avaliações técnicas dos projetos) também ficará situado em Constância, no pavilhão desportivo municipal, tendo a AEP a expectativa de receber mais de 600 estudantes de universidades europeias.

“Aqui, nos céus de Constância, serão visíveis em outubro os lançamentos de ‘rockets’, e isto é, também, aquilo que a AEP quer promover cá em Portugal, sendo já uma nação espacial, também na componente de acesso ao espaço”, afirmou Ricardo Conde.

O presidente da Agência afirmou ser “uma grande ambição portuguesa”, em particular através da AEP, “promover atividades de acesso ao espaço a partir de Portugal”, em concreto desde o “Porto Espacial dos Açores, em Santa Maria”, projeto que indicou estar em andamento.

As diversas ações, tanto do EuRoc como do ‘Astronauta por Um Dia’ ou do Porto Espacial dos Açores, notou, “estão todas ligadas”, com as atividades a “promover” a academia, os estudantes, e a “colocar Portugal no roteiro daquilo que é um país moderno, empreendedor, e que também dá resposta aos anseios dos (…) jovens”.

Ricardo Conde destacou o facto de, “no acesso ao ensino superior, os cursos ligados à aeronáutica e ao espaço” serem “aqueles que merecem maior atenção” dos estudantes, o que, entende, “significa que [os jovens] estão atentos àquilo que o país está a fazer” na área.

Destacando as condições de segurança que o Campo Militar de Santa Margarida proporciona para o lançamento dos foguetões, o responsável da AEP afirmou que o Euroc é “a maior competição da Europa no lançamento de ‘rockets’”, tendo passado de “seis equipas em 2020 para 18 em 2022”, e que “compete, em qualidade, com aquilo que se faz no Estados Unidos”, país com tradição na área e onde competem, anualmente e em média, 150 equipas.

O presidente da Câmara de Constância, Sérgio Oliveira, disse, por sua vez, que o convite efetuado pela AEP foi visto desde logo como uma oportunidade e um “grande desafio” para a “projeção do concelho, não só a nível nacional como internacional”, tendo em conta o “desenvolvimento sustentado e equilibrado” do território.

“O EuRoc, realizar-se no nosso concelho, tendo em conta o número de participantes e de países representados, é uma forma de fazermos publicidade no exterior e de criarmos novas oportunidades de negócio ou de investimento”, afirmou, tendo destacado o facto de Constância poder “aliar as componentes civil e militar” para acolher o evento.

A quarta edição da competição, organizada pela Agência Espacial Portuguesa (AEP), recebeu um número recorde de 48 candidaturas de equipas universitárias europeias, tendo 22 sido selecionadas para participar num evento que vai contar com cerca de 600 estudantes universitários.

Duas equipas nacionais foram selecionadas para a competição, contando este ano o EuRoc com a participação da equipa RED (Rocket Experiment Division), do Instituto Superior Técnico, que em 2022 conquistou um prémio e que vai apresentar o foguete ‘Camões’, e a equipa North Space, composta por estudantes do ISEP (Instituto Superior de Engenharia do Porto), da Universidade de Aveiro e das Faculdade de Ciências e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, equipa que se estreia na competição com o projeto SPATI-I.

- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -
- Pub -

Outras noticias

Audições públicas para revisão da Lei de Bases da Atividade Física e do Desporto no Alentejo

Decorrerão esta quinta-feira e sexta-feira, dias 28 e 29 de setembro, mais duas sessões de auscultação formal relativo à...