Cante Alentejano, há cinco anos Património Imaterial da Humanidade. Para comemorar, saiu um novo CD. Ouça aqui um tema (c/som)

Foi a 27 de Novembro de 2014 que o Cante Alentejano foi reconhecido como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, pela sua expressão cultural única no mundo.

“O Cante Alentejano é um género de canto tradicional em duas partes, interpretado por grupos de corais amadores no sul de Portugal, caracterizado por melodias distintas, letras e estilos vocais, sem instrumentação. (…) As letras exploram temáticas tradicionais, como a vida rural, a natureza, o amor, a maternidade ou a religião, e mudanças no contexto sociocultural. O Cante é um elemento fundamental da vida social das comunidades alentejanas, permeando encontros sociais em espaços públicos e privados. A transmissão ocorre principalmente nos ensaios do grupo coral entre membros mais seniores e mais jovens. Para seus praticantes e aficionados, o Cante incorpora um forte sentimento de identidade e pertença. Também reforça o diálogo entre diferentes gerações, géneros e indivíduos de diferentes origens, contribuindo assim para a coesão social.», lê-se no site oficial da UNESCO (fonte).

Assinalando o quinto aniversário do reconhecimento do Cante Alentejano, disponibilizamos agora em todas as plataformas digitais o disco “Corais Alentejanos” do Grupo Coral e Etnográfico ‘Os Rurais’ de Figueira de Cavaleiros, editado originalmente em 1982 em vinil.