Campo Maior: GNR deteve indivíduo que cultivava canábis em casa e apreende-lhe armas e várias doses de droga

GNR campo Maior

A Guarda Nacional Republicana, do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Elvas, ontem, dia 14 de abril, deteve um homem de 34 anos, por tráfico de estupefacientes, no concelho de Campo Maior.

Segundo a GNR, “no decurso de uma investigação por tráfico de estupefacientes, os militares da Guarda apuraram que o suspeito cultivava plantas de canábis num anexo à residência com o fim de as comercializar.”

No seguimento das diligências policiais, foram efetuadas quatro buscas, uma domiciliária e três em veículos, que resultaram na apreensão do seguinte material:

– 492 doses de liamba;

– 567 doses de anfetaminas;

– 11 plantas de canábis;

– Dois quilos de tabaco em folha triturado;

– 20 sementes de canábis;

– 2 890 euros em numerário;

– Diverso material relacionado com a preparação, tráfico e cultivo de estupefacientes;

– Uma espingarda caçadeira de calibre 12;

– Uma arma de ar comprimido de calibre .22;

– Oito munições de diversos calibres;

– Nove telemóveis e outros dispositivos eletrónicos.

O detido foi constituído arguido e permanecerá nas instalações da GNR até ser presente amanhã, dia 16 de abril, ao Tribunal Judicial de Elvas.

A operação contou com o reforço de militares das valências de investigação criminal, intervenção, proteção ambiental e cinotécnica do Comando Territorial de Portalegre.