Câmara do Crato cria um Fundo Emergência Municipal que disponibiliza até 150 mil euros para as empresas

Presidente da Câmara do Crato

A Câmara Municipal do Crato constituiu um Fundo Emergência Municipal e Resiliência Empresarial com uma dotação de 100 mil euros que poderá ser alargado até 50%, destinado a mitigar o impacto económico da epidemia Covid-19 nas micro e pequenas empresas e trabalhadores, com sede no concelho.

No âmbito da atual pandemia, o Município do Crato, desde o primeiro momento, adotou um conjunto de ações para obviar os seus efeitos sanitários e implementou diversas medidas sociais e económicas destinadas às famílias e empresas (redução da fatura da água, saneamento e resíduos sólidos urbanos, isenção do pagamento de diversas taxas, rendas e outros rendimentos).

Este fundo vem disponibilizar apoios que variam entre os 1000 e os 3000 euros, a empresários em nome individual e empresas até 25 trabalhadores, incluindo administradores ou gerentes, sob qualquer das formas societárias previstas no Código Sociedades Comerciais, com quebras de faturação igual ou superior a 15% no ano de 2020 (comparativamente com o mesmo período de 2019), tenham ou não fechado por imposição devido à pandemia; ou empresas constituídas recentemente onde será considerada a faturação desde o início de atividade até ao final desse ano e o mesmo número de meses a partir de abril de 2020. Importa que não tenham quaisquer dívidas ao Estado ou tenham planos de pagamento aprovados.

A informação detalhada e condições de elegibilidade irá estar disponível brevemente no site da Câmara Municipal do Crato ou no Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo e ao Desenvolvimento Económico, com o endereço gab.empreendedor@cm-crato.pt