Câmara de Viana do Alentejo atribui medalha de honra à Cruz Vermelha e ao Pároco local

Viana do Alentejo

O Município de Viana do Alentejo assinala no próximo dia 13 de janeiro, o 123º aniversário sobre a restauração do Concelho.

Para assinalar a efeméride, o Município vai atribuir a medalha de honra à Delegação de Alcáçovas da Cruz Vermelha Portuguesa e a Manuel Manso que foi pároco em Viana do Alentejo, numa cerimónia que terá lugar a partir as 16h00, com transmissão em direto no facebook do Município.

A Delegação de Alcáçovas da Cruz Vermelha Portuguesa exerce a sua atividade há 9 anos e tem procurado prestar um conjunto de serviços que vai muito para além do transporte de doentes, assente num dos pilares da instituição, o voluntariado.

Apesar dos desafios impostos pela situação que o mundo atravessa e a incógnita perante o futuro, a Delegação de Alcáçovas da Cruz Vermelha Portuguesa continua a trabalhar com os olhos postos na prestação de um serviço de qualidade e no desenvolvimento das competências pessoais e sociais dos seus voluntários.

Outro dos agraciados é o Padre Manuel Manso que exerceu o sacerdócio no concelho de Viana durante 37 anos.  Manuel Manso nasceu a 3 de abril de 1941 em Lageosa da Raia, no Sabugal. Em 1983 recebeu a nomeação episcopal para Viana do Alentejo onde esteve até 2020, altura, em que a 2 de agosto celebrou, junto ao Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires, os 50 anos de sacerdócio.

Ao longo de 37 anos muito contribuiu para a dinâmica social, cívica e religiosa do concelho, sendo determinante o seu papel na requalificação do Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires. É de destacar ainda o seu trabalho na organização de atividades religiosas no âmbito da Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo e na Feira D’Aires.

Recorde-se que o concelho de Viana foi extinto em 1895 e recuperado três anos depois por um movimento de âmbito nacional, encetado por António Isidoro de Sousa, figura maior da história de Viana do Alentejo.