C.M. Redondo emprega deficientes e candidata-se a Entidade Empregadora Inclusiva

Câmara de Redondo

Depois de ser reconhecida pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), em 2019, como “Entidade Empregadora Inclusiva”, a Câmara Municipal de Redondo voltou a candidatar-se a este selo.

O referido selo distingue os empregadores que contribuem para um mercado de trabalho aberto e inclusivo e que se diferenciam nos domínios do recrutamento, desenvolvimento e progressão profissional; manutenção e retoma do emprego; acessibilidades; e serviço e relações com o exterior.

Ao abrigo do programa Emprego Apoiado em Mercado Aberto, para pessoas portadoras de incapacidade ou deficiência e com capacidade de trabalho reduzida, a autarquia de Redondo integra, neste momento, cinco colaboradores que exercem funções nas áreas da limpeza, educação e apoio aos idosos.

Segundo o Município de Redondo “este trabalho inclusivo e de integração visa, sobretudo, promover a autoestima, a motivação e a qualidade de vida dos colaboradores, em regime de emprego apoiado, potenciando competências pessoais, sociais e profissionais“.

Na sequência do trabalho que tem vindo a desenvolver no âmbito do combate às desigualdades, da eliminação de barreiras e da promoção da integração social, a Câmara Municipal de Redondo distingue-se por assumir um papel determinante nas áreas da igualdade de oportunidades e da responsabilidade social, alicerçadas numa gestão inclusiva” concluiu a autarquia redondense.