Borba: Parceria entre Helexia e Magratex substituiu amianto por mais de 1100 painéis solares

Helexia em Borba

Como é do conhecimento geral, o amianto é um potencial fator de risco para a saúde pública, pelo que, nos últimos anos, muitas empresas e até a Administração Pública tem vindo a substituir as coberturas de vários edifícios.

Com a substituição do amianto abre-se uma excelente oportunidade para as empresas substituírem este material por uma nova cobertura com painéis solares, ou seja, um triplo benefício direto, elimina-se um fator de risco; reduz-se a fatura de energia com a produção local de energia solar e reduz-se as emissões de CO2 com a utilização de energia limpa e sustentável, numa percentagem significativa dos consumos energéticos.

Neste sentido a empresa Helexia estabeleceu uma parceria com a empresa Magratex a fim de substituir a cobertura da unidade fabril localizada no concelho de Borba, onde foram agora instalados mais de 1100 painéis solares.

Segundo os responsáveis da Helexia, “a substituição da cobertura de fibrocimento por produção solar, não tem necessariamente de ser um custo para as empresas, que dessa forma teriam de desviar capital das suas atividades core. A Helexia desenvolve projetos chave-na-mão com investimento incluído” e acrescentam que “os vários projetos que já desenvolvemos com substituição de cobertura de fibrocimento já representam: 3,6MWp (Potência Instalada); 4,6GWh (Produção Anual) e 2084 t/ano (CO2 evitado)”

Relativamente ao projeto executado pela Helexia na empresa Magratex, em Borba, permitiu a instalação de uma central fotovoltaica com a substituição da cobertura de amianto. Adianta-nos a Helexia que “esta central é composta por 1110 painéis solares fotovoltaicos que produzem anualmente cerca de 570MWh de energia, cobrindo 34% das necessidades energéticas desta fábrica” e acrescenta que “este projeto, para além dos benefícios económicos e ambientais, ajudou a Magratex a eliminar questões relacionadas com a saúde pública.”

Já Carlos Mata, Encarregado Geral da Magratex refere que “a nossa relação com a Helexia, tem sido muito cordial e de interação mútua na resolução de questões pertinentes, ou seja, uma verdadeira parceria.”

Recorde-se que a Magratex foi fundada em 1962 com o objetivo de exportar mármores, calcário e granitos, contando atualmente com clientes em mais de 50 países.

ANTES: Início da retirada de fibrocimento. Projeto Magratex.
DEPOIS: Substituição de cobertura e instalação de central fotovoltaica concluídas. Projeto Magratex.