Bombeiros de Vila Viçosa iniciam o ano a apresentar uma nova ambulância e equipamentos de resgaste (c/fotos)

Bombeiros de Vila Viçosa

Os Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa iniciaram o ano mostrando à população calipolense os seus novos equipamentos.

Em plena Praça da República de Vila Viçosa a Corporação de Bombeiros apresentou uma Ambulância de Transporte Múltiplo (ABTM), equipamento de resgate em grande ângulo e ainda uma embarcação, que no conjunto envolve um investimento superior a 60 mil euros.

ODigital.pt falou com o Comandante dos Bombeiros de Vila Viçosa, Nuno Pinheiro, que explicou que foram apresentados à população “uma nova Ambulância de Transporte Múltiplo, que dá para transportar maca, transporte de doentes, transferências de urgência, consultas, ou seja, para todo o tipo de serviço, depois apresentamos também equipamento novo de resgate em grande ângulo, e aqui contamos com o apoio da empresa de Mármores ETMA, e apresentamos também uma embarcação”.

Nuno Pinheiro explica que “o equipamento de regaste, vai servir para situações de quedas em pedreiras, fossos ou ravinas, um equipamento que vem apoiar os quatro elementos do Corpo que já estão formados para este tipo de operações e assim já temos o básico para fazer um resgate de alguma vítima ou animal caso faça falta.”

Já sobre a embarcação, o Comandante refere que “nós tínhamos uma embarcação rígida, mas que não nos servia para estas operações, algo que verificamos numa ocorrência registada numa pedreira, em que não conseguimos pôr a nossa embarcação dentro da Pedreira e aí despertamos para o facto de que seria mais prático para a nossa área um barco semirrígido e então fizemos uma aquisição também uma outra embarcação”.

O Comandante destaca “o esforço feito pela Direção da Associação na aquisição de equipamentos”, acrescentando que “delineamos uma estratégia dentro das possibilidades de todos os anos comprámos uma viatura nova e em 2020 foram 3 ambulâncias, sendo esta a terceira”.

Questionado se com a chegada de novos equipamentos a motivação dos operacionais aumentava, Nuno Pinheiro salienta que “todos eles sentem essa motivação e temos que lembrar que a espinha dorsal um Corpo de Bombeiros, são os bombeiros, e é importante eles terem essa confiança tanto do comando como da direção em estarem a trabalhar com equipamentos bons e seguros”.

Relativamente ao futuro, Nuno Pinheiro afirma que em termos de parque automóvel para já “é prioritário a aquisição de uma Ambulância de Socorro (ABSC), apesar de já termos uma que agora até está destinada aos serviços Covid, mas já tem alguns anos e já não tem as condições adequadas para servir os utentes da melhor forma”.