Beja: GNR apanha homem à pesca do lagostim em zona proibida e com material que já tinha sido apreendido

A Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Protecção Ambiental (NPA) de Beja, no passado dia 7 de Junho, identificou um homem, de 39 anos, por pesca em zona proibida, na freguesia de Baleizão, no concelho de Beja.

Segundo a GNR, “o pescador foi detectado numa embarcação a pescar lagostim, fora das zonas delimitadas para o efeito, tendo sido elaborado um auto de contraordenação cuja coima vai desde os 5 000 aos 50 000 euros.”

“Verificou-se que o motor da embarcação já tinha sido apreendido em fiscalizações anteriores, pelo que foi elaborado um auto de notícia pelo crime de desobediência ao proprietário do barco, de 36 anos”, adiantou ainda a GNR.

Foram apreendidos os seguintes artigos:

– Uma embarcação e respectivo livrete;

– Um motor;

– Uma licença de pesca profissional;

– 50 artes de pesca (covos);

– 2,5 quilos de pescado utilizado como isco.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Beja e para o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).