Quarta-feira, Setembro 28, 2022
Pub

Baixo Alentejo aderiu ao Programa de Apoio à Redução Tarifária dos transportes, mas reclama reforço de verbas

- Publicidade -
- Publicidade -

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo aderiu ao Programa de Apoio à Redução Tarifária, no ano de 2019, no entanto vem agora a publico reclamar um reforço substancial da verba para o Baixo Alentejo.

De acordo com a informação que nos chegou, a CIMBAL entende que “distribuição de verbas consignada não contribui para o cumprimento” dos propósitos do programa, como é o combate às externalidades negativas associadas à mobilidade, de ser uma ferramenta de coesão territorial.

Deste modo, com base no estudo “Dotação vs necessidades de financiamento do Baixo Alentejo”, a CIMBAL “elaborou uma exposição ao Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade, reclamando um reforço substancial da verba do PART para o nosso território, nos seguintes termos:

– Necessidades de redução tarifária

A redução dos tarifários suportados pela população deverá ter maior incidência no Baixo Alentejo e um impacto positivo no esforço financeiro das famílias, com os transportes;

– Necessidades de reforço de oferta

Considerando que a rede de transportes públicos do Baixo Alentejo é manifestamente deficitária, importa também proceder a um substancial reforço da oferta de forma a satisfazer as necessidades básicas de mobilidade e acessibilidade da população.”

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Beja com três dias de festa para promover Patrimónios do Sul

Os vários “patrimónios do sul”, do vinho à gastronomia, vão estar em destaque em Beja, entre sexta-feira e domingo, num evento para promover “a...

Fundação Eugénio de Almeida de ‘portas abertas’ em Évora durante quatro dias

Concertos, espetáculos, visitas guiadas, arte, tertúlias científicas, ‘workshops’ ou apresentação de projetos sociais integram o programa do Dia Aberto da Fundação Eugénio de Almeida...