Autárquicas: Rogério Silva é recandidato pelo PSD à Câmara de Fronteira

Rogério Silva

O presidente da Câmara de Fronteira (Portalegre), Rogério Silva, recandidata-se ao cargo pelo PSD, nas eleições autárquicas de setembro, para tentar alcançar um terceiro mandato, revelou hoje o próprio à agência Lusa.

O candidato, de 40 anos, advogado de profissão, explicou que se recandidata pela “necessidade de continuar” o projeto político que tem vindo a desenvolver no concelho, que foi afetado pela pandemia da covid-19.

O que me leva a concorrer é a necessidade de continuar o projeto que, aliás, ficou de algum modo em suspenso, como ficaram as vidas de todos nós, durante este período de quase ano e meio de pandemia”, disse.

Segundo Rogério Silva, “é importante que algumas coisas” que não avançaram “durante esse período sejam agora concluídas e outras executadas”.

Caso vença as eleições autárquicas, a “aposta” dos próximos quatro anos vai “focar-se” na reabilitação urbana dos centros históricos de Fronteira e da freguesia rural de Cabeço de Vide, indicou o candidato.

Além disso, o social-democrata frisou que pretende aproveitar os fundos disponíveis do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para investir em equipamentos vocacionados para a área da saúde.

Nos próximos anos, disse, está previsto ser desenvolvida em Cabeço de Vide uma unidade de cuidados continuados e uma unidade de reabilitação física, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Cabeço de Vide e a junta de freguesia local, respetivamente.

Calculamos que ambos os projetos contem com um valor global a rondar os quatro milhões de euros”, notou.

Os outros candidatos anunciados à “corrida” eleitoral neste concelho alentejano são o professor Fernando Abegão, pelo PS, o empresário José Manuel Madeira, pelo Chega, e o cineasta e encenador Bruno Vassalo, pela CDU.

O executivo municipal de Fronteira é formado por três eleitos do PSD e dois eleitos do PS.

As eleições autárquicas estão marcadas para o dia 26 de setembro.