Terça-feira, Agosto 16, 2022
Pub
Pub

Autárquicas: PS e CDS-PP/PSD com acordo de estabilidade governativa em Montemor-o-Novo

- Publicidade -
- Publicidade -

O presidente da Câmara de Montemor-o-Novo, o socialista Olímpio Galvão, que em setembro ganhou o município à CDU com maioria relativa, estabeleceu um acordo com o vereador da coligação CDS-PP/PSD para garantir estabilidade governativa e já lhe atribuiu pelouros.

“As duas forças políticas têm maioria e esta estabilidade é muito importante para estarmos tranquilos no planeamento e nas ações que iremos desenvolver nestes quatro anos de mandato”, afirmou hoje à agência Lusa o autarca do PS.

Nas autárquicas de 26 de setembro, Olímpio Galvão conquistou para os socialistas a Câmara de Montemor-o-Novo, no distrito de Évora, sendo o executivo constituído agora por três eleitos do PS, outros três da CDU e um da coligação CDS-PP/PSD.

O presidente do município realçou que foi possível alcançar “um acordo de aperto de mão”, pois as duas forças políticas tinham “o objetivo comum” de “mudar a governação do concelho”, que estava, anteriormente, nas ‘mãos’ da CDU (PCP-PEV).

Segundo Olímpio Galvão, foram atribuídos pelouros aos dois vereadores do PS e ao eleito da coligação CDS-PP/PSD, António Pinto Xavier, que, tal como os socialistas, vai exercer o cargo a tempo inteiro.

Pinto Xavier “ficou com os pelouros da Modernização e Organização Informática, Património Cultural, Turismo, Planeamento Urbanístico, Habitação e Reabilitação Urbana, Ordenamento do Território, Desporto e Juventude”, revelou.

Para o autarca socialista, “a luta partidária terminou no dia em que se realizaram as eleições” e, agora, os quatro elementos desta gestão autárquica estão “focados no partido de Montemor-o-Novo”.

O vereador do CDS-PP/PSD no município já tinha dito anteriormente à Lusa que estava disponível para estabelecer um acordo com os socialistas com o objetivo de “ajudar na construção do futuro de Montemor-o-Novo”.

“Mais do que partidos, somos pessoas que se propuseram a trabalhar em prol da sua terra”, sublinhou então António Pinto Xavier.

A Lusa tentou obter uma reação sobre o acordo por parte do candidato da CDU à presidência do município, António Romeiras, que é agora vereador da oposição, mas as várias tentativas foram infrutíferas.

No concelho de Montemor-o-Novo, depois de Olímpio Galvão, do PS, com 40,15% dos votos, o segundo mais votado foi o candidato do PCP-PEV (CDU), António Romeiras, com 34,10%, e o terceiro o do CDS-PP/PSD, António Pinto Xavier, com 18,16% dos votos, de acordo com os resultados preliminares da secretaria-geral do Ministério da Administração Interna.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Mulher de 28 anos é vítima mortal de colisão no concelho de Grândola

Uma mulher, de 28 anos, é a vítima mortal da colisão rodoviária de dois veículos ligeiros de passageiros ocorrida esta segunda-feira na Estrada Nacional...

Um morto e dois feridos graves em colisão na EN261 no concelho de Grândola

Uma pessoa morreu e outras duas sofreram ferimentos graves numa colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros ocorrida esta segunda-feira na Estrada Nacional 261...