Domingo, Maio 19, 2024

Autárquicas: Presidente reeleito da Câmara de Évora otimista com negociações

- Pub -

O presidente reeleito da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá (CDU), considerou hoje existirem “boas perspetivas” sobre as negociações com os eleitos dos outros partidos para o futuro executivo e recusou a “ideia de ingovernabilidade”.

“Já iniciámos o diálogo e as negociação estão a decorrer normalmente e com boas perspetivas”, declarou à agência Lusa o autarca comunista, que perdeu a maioria absoluta nas autárquicas de 26 de setembro.

Pinto de Sá foi reeleito para o terceiro e último mandato na presidência de Câmara de Évora, que terá um executivo composto por dois eleitos da CDU, dois do PS, dois da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM e um da coligação Nós, Cidadãos!/RIR.

Os eleitores “quiseram dispersar os votos e criar uma determinada correlação de forças que indica a necessidade de haver negociações para se encontrarem soluções de resposta aos problemas do concelho e da população”, apontou.

Segundo o presidente reeleito do município, estão a decorrer reuniões com representantes de “todas as forças políticas eleitas para a câmara”, para a CDU “ouvir a posição de cada uma” sobre o “futuro” da autarquia.

“Ainda estamos numa fase preliminar das negociações”, pelo que “não há dados que sejam definitivos” sobre possíveis entendimentos, adiantou, assinalando que “há apenas a disponibilidade que todos manifestaram para negociar”.

Questionado pela Lusa sobre a entrega de pelouros a eleitos de outros partidos, o autarca admitiu que “é uma hipótese que está em aberto”, frisando que já tinham sido oferecidos pelouros, nos anteriores mandatos, quando a CDU dispunha de maioria absoluta.

Pinto de Sá considerou ainda que “não há nenhuma ingovernabilidade da câmara”, pois, “foi eleita, tem condições para funcionar e funcionará de uma maneira ou de outra”.

“Recuso completamente essa ideia de ingovernabilidade da câmara. Em qualquer cenário, a câmara será governável”, frisou.

Os novos eleitos para a Câmara e Assembleia Municipal de Évora tomam posse numa cerimónia que está marcada para o dia 15 deste mês, às 20:30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, revelou à Lusa o atual presidente da assembleia municipal, Carlos Reforço.

Nas autárquicas de 26 de setembro, a CDU (coligação PCP/PEV) recolheu 27,44% dos votos para a Câmara de Évora, enquanto o PS foi a segunda força mais votada, com 26,27%, a coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM ficou na terceira posição, com 19,07% dos votos, e a coligação Nós, Cidadãos!/RIR obteve 12,71%.

O partido Chega ficou-se pelos 6,81% e o Bloco de Esquerda pelos 3,80%, não tendo estas forças políticas eleito qualquer representante para o executivo camarário.

- Pub -

Também pode gostar

- Pub -

Últimas Notícias

Bola de fogo ilumina céu do Alentejo na noite deste sábado

São muitos os relatos do avistamento de uma bola de fogo que iluminou os céus de Portugal, ao final...