Autárquicas: Candidato da CDU destaca contributo da câmara para dinâmica do turismo em Évora

Carlis Pinto de Sá

Carlos Pinto de Sá, recandidata-se pela CDU à Câmara de Évora é recorda o o “contributo decisivo” do município para o crescimento do setor do turismo.

O candidato da CDU à Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, destacou o “contributo decisivo” do município para o crescimento do setor do turismo e a realização de “investimentos muito significativos” no concelho.

“Não é por acaso que o setor estava a crescer”, em Évora, antes do início da pandemia de covid-19, “acima da média nacional” e isso resulta do “contributo decisivo da câmara”, afirmou o cabeça de lista da coligação PCP-PEV.

Pinto de Sá, que nas autárquicas do próximo dia 26 concorre a um terceiro mandato, falava à agência Lusa no final de uma reunião na Delegação do Alentejo da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), em Évora.

O candidato considerou que o turismo “é uma das áreas que tem crescido de uma forma muito significativa” naquele concelho, realçando que, antes da pandemia, o setor “estava a crescer mais de 20% ao ano, muito acima da média nacional”.

Admitindo que “vários fatores” contribuíram para este desempenho, o cabeça de lista da CDU salientou o trabalho da autarquia, com “programas de animação e de promoção turística” e “contactos com empresários” para atrair investimento.

“De facto, apesar da pandemia, Évora continua a registar um investimento muito significativo nesta área”, assinalou, dando como exemplo a abertura recente de dois hotéis e o investimento previsto de 20 milhões de euros da cadeia Hilton na cidade.

Outro dos exemplos dados por Carlos Pinto de Sá foi o projeto de turismo de aldeia que “nasceu” recentemente em São Brás do Regedouro, com a colaboração do município, o qual permitiu “renovar aquela aldeia”.

Nesta reunião com a AHRESP, revelou, ficou a garantia do lançamento de um programa de recolha de resíduos orgânicos em restaurantes, com a possibilidade, “nalguns casos, de recolha porta a porta”, sobretudo, no centro histórico.

Também esteve “em cima da mesa” o apoio às micro e pequenas empresas do município para fazer face aos prejuízos provocados pela pandemia de covid-19, como a isenção das taxas relacionadas com a instalação de esplanadas no espaço público.

“São apoios que tiveram a ver com a pandemia, que se mantêm até ao final do ano, e que temos a perspetiva de poder, depois, reequacionar o que se poderá fazer no próximo ano, face à situação que as empresas estiverem a viver”, disse.

Nestas autárquicas, estão na corrida à Câmara de Évora o presidente do município, Carlos Pinto de Sá (CDU), José Calixto (PS), Henrique Sim-Sim (PSD/CDS-PP/PPM/MPT), Florbela Fernandes (Nós, Cidadãos!/RIR), Carlos Magno Magalhães (Chega) e Raul Rasga (BE).