Autárquicas 2021: PSD e CDS formalizam 13 coligações, com CDS a liderar em 2 no distrito de Évora

Coligação

Depois de no início desta semana os líderes do PSD e do CDS, Rui Rio e Francisco Rodrigues dos Santos, terem assinado um acordo-quadro com as “balizas” para as coligações locais nas autárquicas 2021, é agora a vez das estruturas distritais oficializarem essas coligações.

Já este sábado, as Comissões Políticas Distritais de Évora do Partido Social Democrata (PSD) e do Partido do Centro Democrático Social – Partido Popular (CDS/PP) vão assinar um Acordo de Coligação alargado para concorrer às próximas eleições autárquicas, em listas conjuntas para os diferentes órgãos autárquicos (Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia).

Ao que ODigital conseguiu apurar, este Acordo de Coligação vai abranger 13 dos 14 municípios do distrito de Évora, sendo que em dois concelhos será o CDS a indicar o cabeça de lista.

Ao que sabemos, uma das coligações liderada pelo CDS será em Montemor-o-Novo, com o atual deputado municipal no concelho eleito pelo partido, António Luís Pinto Xavier a ser o cabeça de lista. Outra dos concelhos onde é o CDS a indicar o candidato é em Mora, onde Joaquim Arnaut deverá ser o cabeça de lista.

Nos restantes outros concelhos será o PSD a indicar o cabeça de lista, sendo que já são conhecidos alguns, nomeadamente António Garcia (Arraiolos), Henrique Sim Sim (Évora), Inácio Esperança (Vila Viçosa), João Fortes (Mourão), José Roquette (Estremoz), Ricardo Videira (Vendas Novas).

Já em Reguengos de Monsaraz, a única candidatura que não será em coligação, o PSD já anunciou Marta Prates, como cabeça de lista.

Ao que sabemos também, nas restantes regiões do Alentejo vai também haver várias coligações entre o PSD e o CDS.