Autárquicas 2021: Pedro Esteves é candidato do PS à Câmara de Borba

Pedro esteves

O professor Pedro Esteves, de 56 anos, é o candidato do PS à Câmara de Borba, no distrito de Évora, nas eleições autárquicas deste ano, anunciou a concelhia do partido.

Em comunicado, a estrutura socialista revelou o nome do cabeça-de-lista, afiançando que este, se for eleito presidente do município, assume o compromisso com os habitantes, agentes económicos e instituições do concelho de que “estará disponível a tempo inteiro para a resolução dos problemas que os afetam e para projetar Borba enquanto concelho de referência“.

O candidato, segundo o comunicado, pretende “trabalhar numa solução integrada com mulheres e homens disponíveis e com vontade” para darem “o melhor contributo para o concelho”.

Para o PS, trata-se de uma candidatura que acredita nas potencialidades do concelho – cuja câmara é governada por um movimento independente -, sobretudo “numa fase em que é urgente virar a página da estagnação“.

Pedro Duarte Abelho Grego Esteves, licenciado em Engenharia Elétrica e Eletrónica, é atualmente vereador do Município de Borba, em regime de substituição.

É também professor dos cursos profissionais numa escola secundária e profissional liberal nas áreas de projeto, manutenção e consultoria de automação industrial e energia.

O candidato foi diretor fabril de duas empresas e diretor técnico de outra, foi fundador e diretor-adjunto do jornal Terras Brancas, de Borba, e integrou a direção de associações locais.

Este é o terceiro candidato à Câmara de Borba nesta “corrida” eleitoral, depois de já terem sido anunciadas as candidaturas do técnico administrativo Paulo Ferreira, pelo PSD, e do engenheiro agrónomo e paisagista António Lobo, pela CDU.

A Câmara de Borba é presidida por António Anselmo, que está a cumprir o segundo mandato, eleito pelo Movimento Unidos por Borba (MuB), que ainda não anunciou se vai recandidatar-se ao cargo.

O executivo municipal é constituído por três eleitos do MuB, um do PS e um do PSD.

As eleições autárquicas deste ano ainda não têm data marcada, mas, por lei, realizam-se em setembro ou outubro.