Autárquicas 2021: Mais de duas dezenas de militantes do PS de Redondo pedem a desvinculação do partido

Partido Socialista

Como temos dado conta, as movimentações políticas começam a ser mais notórias, tendo em conta que no próximo Outono ocorrerão as eleições autárquicas.

Ao que sabemos, no concelho de Redondo a escolha do cabeça de lista do Partido Socialista não está a ser pacifica, sendo que na tarde desta sexta-feira, mais de uma dezena de militantes socialistas apresentaram, à Direção Nacional, o pedido de desvinculação do PS.

De acordo com o documento que foi enviado, esta tarde à Direção Nacional do PS, em causa está uma alegada divergência entre a Federação de Évora do PS e a Concelhia de Redondo, no que diz respeito à escolha do cabeça de lista às próximas eleições autárquicas.

De acordo com a carta enviada hoje para a Direção Nacional do PS, a Federação de Évora terá apontado um nome para cabeça de lista diferente do aprovado pela Concelhia de Redondo.

Na missiva remetida, a que tivemos acesso, os militantes do PS que agora pediram a sua desvinculação, consideram que a Federação de Évora tem um “comportamento completamente antidemocrático” afirmando mesmo que “a decisão do Secretariado da Federação não é mais do que uma retaliação e uma perseguição que fazem à concelhia de Redondo”.

Na carta, os até agora militantes do PS, colocam a hipótese de o PS “optar por não apresentar qualquer candidatura própria do Partido Socialista”.

De salientar que ODigital.pt contatou o presidente da Federação de Évora do PS, Luís Dias, a fim de reagir a estas desvinculações e às acusações feitas, mas até ao fecho desta notícia não obtivemos quaisquer respostas.