Autárquicas 2021: Chega candidata Ana Moisão à Câmara de Serpa

Candidata do Chega a Serpa

A relações públicas Ana Moisão, de 37 anos, vai ser a candidata do partido Chega à Câmara de Serpa, “baluarte” comunista no distrito de Beja, nas eleições autárquicas deste ano, foi hoje anunciado.

A cabeça-de-lista é natural de Pias, no concelho de Serpa, e licenciada em Geografia e Planeamento Regional, exercendo atualmente funções de relações públicas.

Militante do Chega, é vice-presidente da concelhia de Serpa e da distrital do partido.

Citada em comunicado enviado à agência Lusa, Ana Moisão explicou que a sua candidatura à autarquia alentejana corporiza um “projeto de mudança”, que ambiciona “construir um futuro melhor” para o concelho, “devolvendo a notoriedade que este perdeu e que tanto merece”.

Pretendo um futuro melhor para todas as gerações, presentes e futuras” e “um futuro mais inclusivo para todos, para as famílias e também para as empresas”, acrescentou a candidata.

Nesse sentido, frisou, pretende “criar e apoiar projetos que permitam as condições necessárias ao investimento e à criação de postos de trabalho que levarão à fixação das pessoas e das empresas” no concelho.

Ana Moisão é a quarta candidata oficialmente anunciado à Câmara de Serpa, depois do anúncio das candidaturas de João Palma (CDU), Tomé Panazeite (PS) e José Damião Félix (PSD/CDS-PP).

O atual presidente, o comunista Tomé Pires, que cumpre o segundo mandato, não se vai recandidatar e será o cabeça-de-lista da CDU à assembleia municipal.

O executivo da Câmara de Serpa, um “baluarte” comunista desde 1976, é constituído por quatro eleitos da CDU e três do PS.

Segundo a lei, as eleições autárquicas decorrem entre setembro e outubro.