Autarca de Fronteira afirma que até ao momento não recebeu a factura para pagar os serviços da GNR no “24 Horas TT” e garante pagar assim que a receber

Foto: D.R.

Depois de na passada quarta-feira, a Associação dos Profissionais da Guarda ter vindo publicamente denunciar uma alegada divida aos militar da GNR que estiveram empenhados na prova “24 Horas TT Vila de Fronteira” e de o ACP afirmar que competia “à autarquia o pagamento dos serviços de segurança”, vem agora o Município de Fronteira afirmar que até ao momento ainda não recebeu a factura para pagamento.

Na comunicação enviada ao ODigital.pt, o Presidente da Câmara Municipal de Fronteira, Rogério Silva, refere que “o Município de Fronteira, à semelhança do que ocorreu nas anteriores edições da prova de 24 Horas TT – Vila de Fronteira, procederá ao pagamento dos serviços de segurança imediatamente após a receção da correspondente fatura ou documento equivalente, situação que não se verificou até à presente data.”

Rogério Silva conclui reforçando “o seu reconhecimento pelo trabalho, empenho e brio demonstrados pelos militares da Guarda Nacional Republicana na segurança às várias edições da prova de 24 Horas TT, mas também no cumprimento diário da sua missão.”

Recordamos que o “24 Horas TT Vila de Fronteira” decorreu no final do mês de Novembro de 2019.