Aumento do número de Javalis obriga ICNF permitir mais caçadas de controlo de populações

Javali
Imagem ilustrativa

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) divulgou novas diretrizes relativas ao controlo de efetivos populacionais de javali.

De acordo com o documento do ICNF, que as entidades titulares ou gestoras de zonas de caça, interessadas em realizar medidas de correção de densidade de javali, podem agora requerer estas ações.

O ICNF justifica esta decisão com a “necessidade de continuar a realização de medidas para controlo de efetivos populacionais de javali com vista à prevenção da peste suína africana (PSA) assim como, o reforço de medidas para a minimização de danos causados em culturas agrícolas e florestais, que ganhou ainda maior acuidade em sequência da diminuição dos animais caçados devido às restrições decorrentes das medidas de combate à propagação da doença COVID 19, importa promover mais ações de âmbito nacional que conduzam a um maior controlo daquelas populações.”

Assim, o período para realização destas ações decorrerá desde o dia da publicação do EDITAL do ICNF nas seguintes condições:

– Até 15 de março, para as esperas e correções de densidade em postos fixos, compostas estas últimas no máximo por dez caçadores, com um limite máximo de dois cães por caçador;

– De 16 de março até 30 de junho, para esperas.

Fique de seguida com o Edital na integra, com toda a informação: