Segunda-feira, Setembro 26, 2022
Pub

Ass. Portuguesa de Neuromusculares promove webinar sobre violência na deficiência

- Publicidade -
- Publicidade -

A Associação Portuguesa de Neuromusculares (APN) está a promover um ciclo de sessões online, dedicadas à prevenção de fenómenos de violência na deficiência. O primeiro webinar é subordinado ao tema “Violências na Deficiência: Mitos e Estereótipos” e vai realizar-se no dia 20 de março, pelas 15h00.

Joaquim Brites, presidente da APN, afirma que, “a sua generalidade, as pessoas com deficiência ou algum tipo de incapacidade vivenciam fatores de risco que aumentam a sua vulnerabilidade e exposição a situações de violência.

No decorrer desta mesa-redonda, que conta com a presença de vários especialistas de diferentes áreas de intervenção, vão ser lançadas questões como: “Que fatores potenciam esta realidade?” ou, “Quais os diferentes tipos de violência, os mitos e os estereótipos associados?”

Este evento pretende ser um espaço de diálogo, de partilha e de debate, contribuindo, assim, para a consciencialização sobre a problemática em torno dos diferentes tipos de violência na deficiência”, acrescenta Joaquim Brites.

A iniciativa é realizada no âmbito do Projeto (IN)Segurança na Deficiência, e cofinanciada pelo Programa de Financiamento a Projetos, do INR, IP, de 2021, destinando-se a todas as pessoas com deficiência e incapacidade, aos seus familiares e cuidadores, e também à comunidade em geral.

A participação é gratuita, mas requer uma inscrição prévia: https://mla.bs/9f514b8b

Depois de efetuada a inscrição, será enviado um e-mail com o link de acesso ao webinar.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

OVNI’s no Alentejo? Não, era só a corrente de satélites do programa Starlink

A corrente de satélites do programa Starlink, da empresa SpaceX, de Elon Musk, passou este domingo pelos céus do Alentejo, tendo surpreendido os mais...

Produtos de Bebé: o que é e o que não é reciclável

Muitos são os produtos que se compram e se utilizam para cuidar de um bebé. Mas, será que sabemos o que fazer-lhes depois de...