Ass. empresariais de Ponte de Sor e Elvas unem-se e criam o Núcleo Empresarial da Região do Alto Alentejo

Nucleo Empresarial da Região do Alto Alentejo

A Associação Comercial e Industrial de Ponte de Sor (ACIPS) e a Associação Empresarial de Elvas (AEE) uniram-se e constituíram o Núcleo Empresarial da Região do Alto Alentejo (NEAA).

Este novo Núcleo Empresarial representa atualmente mais de 1200 empresários de todos os setores de atividade económica da região do Alto Alentejo, sendo dessa forma o maior núcleo empresarial do distrito de Portalegre.

Segundo os promotores, o núcleo agora criado no Alto Alentejo tem a missão de “promoção do desenvolvimento das atividades económicas da região, e com objetivos totalmente empreendedores assentes na reinvenção das antigas e prósperas rotas comerciais”.

Este núcleo “busca revitalizar as parcerias estratégicas, apelar à económica verde impulsionando dessa forma a boa vizinhança, divulgar a importância de comprar local para garantir a sustentabilidade dos mais diversos negócios, encontrar recursos de apoio à digitalização e preparar a nossa malha empresarial para ganhar voz e relevância nos mercados nacional e internacional”, indicam ainda os promotores.

A apresentação deste projeto foi feita, esta semana, pela voz de José Carlos Lobato, presidente do Núcleo Empresarial da Região do Alto Alentejo, que explicou que o núcleo nasceu “de uma necessidade coletiva de vários empresários da região em criar estratégias de desenvolvimento focadas na identidade do território, na autenticidade das gentes e na pluralidade empresarial.”

José Carlos Lobato deixou claro que é também objetivo do Núcleo “desafiar-se constantemente e a trabalhar com foco na aplicação desta estratégia de coesão territorial, que o NEAA impulsionará a sagacidade dos empresários da região, incentivando-os a buscarem fora da sua zona de conforto, o novo, o diferente, o inimaginável, e o que pode estar do outro lado de lá da ponte, do rio, da linha férrea, da estrada, da muralha, da vedação, da (…) história que queremos reinventar.”