Apreendidas mais de 4 milhões de doses de cocaína diluídas em garrafas de sumo que chegaram a Sines

Policia Judiciária

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, em estreita articulação com a Autoridade Tributária e Aduaneira, desenvolveu, nos últimos dias, uma operação policial que permitiu a detenção de um cidadão estrangeiro sobre o qual recaem fortes suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes.

Segundo adiantou a PJ, a investigação iniciou-se na sequência da identificação, por parte da Autoridade Tributária e Aduaneira, de uma importação de cerca de vinte mil garrafas de sumo de uva, com origem num país da América Latina, e que entraram através do Porto de Sines, suspeitando-se que em parte delas viesse diluída cocaína, o que viria a confirmar-se, após a realização de exames periciais, pelo Laboratório de Polícia Científica.

No decurso das diligências realizadas foram contabilizadas 915 garrafas contendo cocaína diluída que, caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, seria suficiente para a composição de pelo menos 4.524.000 (quatro milhões quinhentas e vinte e quatro mil) doses individuais.

O detido, com 45 anos de idade, foi presente a primeiro interrogatório judicial perante a autoridade judiciária competente, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

A investigação prossegue.