“Antes do turismo, o vinho foi aquele que promoveu o território lá fora”, diz Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (c/som)

A Até ao próximo domingo, 17 de Novembro, a cidade de Borba é a capital dos Vinhos do Alentejo.

Com entrada gratuita, a Festa da Vinha e do Vinho conta com muita animação que vai desde os espectáculos musicais em palco à animação de rua e às provas desportivas, tasquinhas e a excelente gastronomia, produtos regionais certificados, azeite, queijos, enchidos, entre outros, artesanato e  provas de vinhos.

Em declarações ao ODigital.pt, o Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, refere que o vinho, “hoje associado ao turismo, é um produto de enorme relevo no Alentejo, tem projetado o território. Eu diria que antes do turismo, o vinho foi aquele que promoveu o território lá fora, com grande qualidade, e isso é para nós muito relevante.”

Ceia da Silva salienta que “há hoje um trabalho que fizemos, em conjunto com a comissão vitivinícola, fizemos workshops, fizemos promoções, fizemos lançamentos, fizemos sensibilização associada ao enoturismo, temos hoje cada vez mais enoturismo,  a surgir com excelência e qualidade e claramente que isso corresponde a um novo perfil de turista cada vez mais exigente, qualificado e com poder de compra quando nos visita”, acrescentando que “é um sector que hoje atrai sectores de procura e portanto não é apenas ao nível do enoturismo em si, mas é o turista que vem para fazer um tour cultural e que gosta de beber um bom vinho, o turista que vem fazer walking e gosta de beber um bom vinho.”

O responsável pelo Turismo do Alentejo conclui dizendo que “tudo o que seja promover, divulgar, acentuar este produto, é muito, mas muito, relevante. E obviamente que a Festa do Vinho e da Vinha é emblemática pela sua história, pelo facto de se realizar há quase 30 anos tem um peso muito relevante neste sector e teve razão antes do tempo.”