Almodôvar investe 1,5ME para requalificar espaço onde vai criar centro do medronho

Obra em Almodovar

A requalificação do Campo das Eiras, o antigo campo de futebol de Almodôvar (Beja), arrancou esta semana, num investimento de quase 1,5 milhões de euros, que inclui a criação no local do Centro de Interpretação do Medronho.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da autarquia alentejana, António Bota (PS), revelou que a empreitada de requalificação do antigo campo de futebol da localidade, adjudicada por 1.460.000 euros, a que se soma o IVA, arrancou na segunda-feira.

É uma obra que ficará para a posteridade e que será uma referência para o concelho”, afiançou o autarca, lembrando que o espaço “está abandonado e só serve para fazer a Feira das Artes e Cultura de Almodôvar, uma vez por ano”.

É uma zona da nossa vila que está degradada e que precisa de obras intensas no que respeita a modernização de condutas de águas, esgotos e pavimento”, acrescentou.

A empreitada de requalificação do Campo das Eiras tem um prazo de 546 dias e prevê a criação, no local, de uma praça para lazer, feiras e eventos, além de instalações sanitárias, um parque infantil e um edifício de apoio, com bar e restaurante.

Neste local, será igualmente criado o Centro de Interpretação do Medronho, que terá um museu e espaços para exposição, promoção, exemplificação e degustação deste recurso endógeno do concelho.

Almodôvar é um concelho de [produção de] medronho e não temos nenhum espaço cultural onde possamos fazer demonstrações ao vivo ou ter degustações”, justificou António Bota, esperando que o novo centro “venha a ser um sucesso”.

O presidente da Câmara de Almodôvar afirmou ainda que a empreitada “vai valorizar urbanisticamente” a zona, além de permitir à vila ter outro “cartão de visita”, sobretudo para quem chega pela autoestrada.

Vamos passar a ter uma praça onde se poderá passear com os nossos seniores e as nossas crianças, onde se poderá passar uma tarde de verão e ter eventos temáticos praticamente durante todo o ano”, concluiu.