Alentejo: Terra D’Alter lança nova gama que assinala o arranque da Ímpar Wines

Terras d'Alter

A Ímpar Wines é a empresa que detém agora Terra D’Alter, a icónica marca da Região do Alentejo, que acaba de lançar a gama “Expressão” para assinalar o arranque da nova fase do projecto e reforçar a presença de Peter Bright nos comandos da enologia.

Com a ambição de duplicar o número de garrafas vendidas até 2026, a Ímpar Wines aposta no reposicionamento da marca Terra D’Alter com reforço do portfólio e na aquisição de uma propriedade no Alentejo com vista a um crescimento consolidado.

Após a aquisição da adega, das marcas e do stock de vinhos, a Ímpar Wines avança agora com a nova gama “Expressão”, apresentando três referências novas no portfólio: Expressão Tinto 2020 reúne as castas Trincadeira, Aragonez e Syrah para revelar um vinho de cor vermelho-púrpura, com centro escuro, em que se destacam notas de fruta vermelha madura, nuances de ameixa, alcaçuz e especiarias, a casar na perfeição com carnes vermelhas ou chocolate negro.

Por sua vez, Expressão Branco 2020 é um blend de Syrah, Arinto e Viognier que se revela mineral, com notas florais e apontamentos de fruta tropical e citrino. Com um perfil aberto e refrescante é ideal para harmonizar com carnes brancas, pratos de peixe, marisco e queijos fortes. Já o Expressão Rosé 2020 nasce da conjugação das castas Alfrocheiro, Aragonez e Touriga Nacional para se afirmar em frescura, sendo frutado e floral com notas de violeta e um carácter versátil e extremamente gastronómico.

A nova gama de vinhos Terra d’ Alter foi criada para assinalar o relançamento da marca no mercado português, com o objectivo de consolidar a posição da chancela alentejana junto dos consumidores nacionais e apreciadores de vinhos do Alentejo. Além de Portugal, a aposta de Terra D’Alter para 2022 procura o crescimento nos mercados dos Estados Unidos e Brasil, a par da conquista de mercados asiáticos como Singapura, Malásia, China e Japão, com uma previsão de facturação de 4,5 milhões de euros até 2025.

A Ímpar Wines é agora detida em 80% por cinco novos accionistas britânicos e israelitas – Michael Ullmann, Gareth Pearce, Torquil McAlpine, Andy Phillipps e Helga Kronheim – a que se juntam os 20% de participação dividida entre Pedro Paixão, CEO, Peter Bright, enólogo, Isabel Borges, Gonçalo Borges e Sofia Borges, que mantêm a ligação familiar a um dos fundadores da marca Terra D’Alter.

Criada em 2004, em Fronteira, Portalegre, Terra d’Alter nasceu do encontro de vontades entre António Borges, José Roquette e Peter Bright para produzir vinhos de grande qualidade, com uma boa relação qualidade/preço. Em 2021, o negócio foi adquirido pela empresa Ímpar – Vinhas & Vinhos, SA, com a designação comercial Ímpar Wines, com um modelo de negócio vocacionado para exportação (mais de 80% da produção), mas que arranca com um reforço da presença em Portugal.