Alentejo tem 16 surtos em lares da terceira idade. Há cerca de 750 idosos infetados

Covid idosos

O Alentejo regista atualmente 16 surtos de covid-19 em lares de terceira idade, com cerca de 750 utentes infetados, revelou o presidente da Administração Regional de Saúde do Alentejo, José Robalo.

Na informação avançada à Agência Lusa, José Robalo considerou que o elevado número de surtos em estruturas residenciais para idosos (ERPI) “faz com que a incidência” de infeções na região “suba muito”, uma vez que “esta proliferação de infeções se faz de forma mais fácil em ambientes fechados”, e demarcou o elevado número de surtos dos casos existentes na comunidade.

Robalo refere que, “por exemplo, no Alentejo Central, que é um pouco um espelho do que se passa noutras áreas, temos neste momento cerca de 300 pessoas infetadas em lares. E se olharmos para o número de colaboradores destas instituições, andarão à volta de 150”.

Sobre a capacidade de resposta das autoridades de saúde locais ao crescente número de casos na região, José Robalo frisou que é necessário “ir adaptando ao número de casos” e, nesse sentido, referiu que foram contratadas pessoas para fazer o acompanhamento dos “contactos com pessoas positivas”, área onde conta com “a ajuda das Forças Armadas” e dos “profissionais dos centros de saúde”.

A atual vaga “está a ter uma maior incidência no Alentejo do que as anteriores”, acrescentou, lembrando que há dois dias a região atingiu “o máximo de doentes internados em hospitais”.

Fonte: Lusa