Alentejo: PJ deteve indivíduo que terá abusado sexualmente de mulher deficiente mental

Detido pela GNR

A diretoria do Sul da Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção, no distrito de Beja, de um homem de 51 anos suspeito de abusar sexualmente de uma mulher de 26 anos com deficiência mental acentuada.

Em comunicado, a PJ adianta ter tomado conhecimento de factos “suscetíveis de configurar a prática de crime contra a liberdade sexual” através de uma “denúncia anónima”, tendo os abusos sido alegadamente iniciados no verão de 2020.

Na sequência da investigação, a PJ conseguiu identificar o local onde o homem cometeu o crime, aproveitando as “funções que exerce numa casa de acolhimento residencial para adultos com deficiência”, refere a nota.

Segundo a PJ, as agressões sexuais aconteceram “em períodos distintos”, sempre “em ambiente totalmente controlado” pelo detido, nomeadamente, num “estabelecimento comercial e sempre em ocasiões em que se encontravam sozinhos”.

Questionada pela Lusa sobre a localidade exata onde ocorreram os crimes e a detenção, fonte da diretoria do Sul da PJ disse apenas ser no distrito de Beja.

Depois de ter sido detido na quinta-feira, o homem vai hoje ser presente a tribunal para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.