Alentejo foi das regiões que mais cresceu em 2018, a nível turístico

O ano de 2018 fica marcado pelo record obtido na actividade turística, com o número de hóspedes na hotelaria a ficar pela primeira vez acima dos 21 milhões e as receitas ultrapassaram os 16,6 mil milhões de euros, uma subida de 9,6% face a 2017. O saldo da balança turística atingiu 11,9 mil milhões de euros.

As regiões que mais cresceram em 2018 foram o Norte (em todos os indicadores), o Alentejo e os Açores, prosseguindo a tendência de alargamento da actividade a todo o território.

De acordo com o governo, “os números evidenciam uma alteração estrutural no turismo, com grande crescimento em valor, alargamento do turismo ao longo do ano, ao longo do território e diversificação de mercados.”

Os principais crescimentos de receita em 2018 ocorreram nos mercados Austrália (+22,6%), Finlândia (+22,3%), Canadá (+20,3%), EUA (+19,1%), China (+18,3%), Rússia (+15,8%), Suécia (+14,4%) e Brasil (+10,8%).

Para a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “os números registados em 2018 mostram que a evolução do Turismo é consistente, sendo cada vez mais uma actividade sustentável ao longo do ano e do território, com diminuição da sazonalidade. O valor recorde de receitas e de saldo da balança turística demonstra que a diversificação de produtos e de mercados tem resultados evidentes, conseguindo um crescimento da receita turística de 45% desde 2015.”