Alentejo: “Encostas de Alqueva” adquiriu a Vidigal Wines

Grupo Abegoaria

O grupo alentejano Abegoaria anunciou ter adquirido a empresa de Leiria, Vidigal Wines, e torna-se uma das maiores e mais relevantes empresas vitivinícolas de Portugal.

O Grupo Abegoaria anunciou, esta quarta-feira, que a “Encostas de Alqueva” adquiriu a Vidigal Wines, juntando assim esta empresa histórica e referência no mercado de exportação ao grupo.

De acordo com a informação disponibilizada, “com este investimento, a Abegoaria amplia grandemente a sua geografia comercial e transforma-se numa das maiores e mais relevantes empresas vitivinícolas de Portugal, com uma faturação estimada de 50 milhões de euros para 2021.”

Manuel Bio, CEO da Encostas de Alqueva (Grupo Abegoaria), comunicou hoje a aquisição da Vidigal Wines, empresa sedeada em Cortes (Leiria) e desde há muito com uma posição de relevo no mercado internacional, exportando mais de 90% da sua produção, sobretudo para a União Europeia e América do Norte.

Um dos vinhos portugueses de maior notoriedade na exportação é o bem conhecido Porta 6, da região de Lisboa, que em 2021 ultrapassará os 5 milhões de garrafas vendidas para mais de 40 mercados distintos.

Mas do portefólio da Vidigal Wines constam outras marcas de sucesso, como Brutalis, Coragem, Julia Florista, Boa Noite Lisboa e Zavial. António Mendes Lopes, até agora acionista maioritário (restante quota de capital norueguês) e mentor da Vidigal Wines, que a adquiriu quase inativa em 1986 e a desenvolveu enormemente até aos dias de hoje (32% de crescimento em 2020), buscava um parceiro que continuasse esta dinâmica e a expandisse. O Grupo Abegoaria/Encostas de Alqueva apareceu assim como a escolha mais natural, devido à sua dimensão, distribuição geográfica, pujança e complementaridade comercial.

Fundado em 2007, o grupo familiar liderado por Manuel Bio tem vindo a conquistar uma forte presença no mercado nacional, um crescimento sustentado com a gestão de unidades vinícolas e a aquisição de propriedades.

No Alentejo, a Abegoaria gere um vasto portefólio desde a Adega Cooperativa da Granja Amareleja à Amareleza Vinhos (Piteira), passando por Herdade da Madeira Velha e Herdade do Gamito. A família Bio detém igualmente a Herdade da Abegoaria dos Frades, propriedade de 500 hectares situada à beira do Alqueva, com grande potencial enoturístico e cujos primeiros vinhos chegarão ao mercado em 2022

O grupo gere ainda diretamente a Adega Cooperativa de Alijó (Douro), a Quinta Vale de Fornos (Tejo) e tem parcerias de produção em Lisboa, Dão e nos Vinhos Verdes, produzindo e engarrafando mais de 20 milhões de litros. Entre as suas marcas de maior impacto comercial, presentes nas casas de muitos milhares de consumidores portugueses, estão nomes como Portal de São Braz, Piteira, Maria Ana, Granja Amareleja, Abelharuco ou Fonte da Perdiz.

Com esta aquisição, o Grupo Abegoaria junta uma significativa dimensão internacional à posição de relevo que detém no mercado interno, com um volume de negócios estimado que ultrapassará os 50 milhões de euros em 2021, o que desde logo coloca a empresa entre as mais importantes do sector do vinho em Portugal.