Alentejo Central com descontos de 40% nos passes da CP a partir de julho

Linha Ferroviária

Os descontos de 40% nos passes dos utilizadores de comboios residentes no Alentejo Central nas deslocações para a Área Metropolitana de Lisboa entram em vigor a 01 de julho, anunciou hoje a comunidade intermunicipal.

Em comunicado, a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) revelou ter assinado com o Estado “um contrato de delegação e partilha de competências para a aplicação do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) aos transportes ferroviários”.

Segundo a CIMAC, na sequência do contrato, foi criada, conjuntamente com a CP – Comboios de Portugal, “uma solução específica” para os utilizadores do Alentejo Central, ou seja, do distrito de Évora, o “Flexipasse Residente”, que prevê “uma redução tarifária de 40% aos utilizadores registados”.

Este tarifário estará disponível a partir de julho”, sublinhou a comunidade intermunicipal.

O desconto de 40% só é válido para os utilizadores do distrito de Évora e para as viagens com origem nas estações de Vendas Novas, Casa Branca (Montemor-o-Novo), Évora e Alcáçovas (Viana do Alentejo), indicou.

Para a redução do preço, assinalou, o destino da viagem terá também de ser a Área Metropolitana de Lisboa, nomeadamente S. João das Craveiras, Pegões, Fernando Pó, Pinhal Novo, Pragal, Sete Rios, Entrecampos, Oriente, Santa Apolónia e Vila Franca de Xira.

Cada utilizador dos comboios, para usufruir dos descontos, deve registar-se, entregando na câmara municipal da sua área de residência o formulário disponibilizado pela CIMAC, com um comprovativo de morada e uma cópia do cartão CP.

Após validação do formulário pelo município, a CIMAC emitirá uma declaração (válida até dezembro deste ano) e enviá-la-á por correio para a morada do utilizador, explicou a comunidade intermunicipal.

Com esta declaração, o utilizador poderá dirigir-se aos pontos de venda da CP para a aquisição ou carregamento do “Flexipasse Residente” com o desconto de 40%.

Caso exista alguma alteração ao uso do passe, tal como alteração da origem ou do destino, alteração de residência, entre outras, o utilizador deverá entrar em contacto com o município da sua área de residência”, acrescentou a CIMAC.

O PART tem vindo a ser aplicado, desde maio de 2019, aos transportes rodoviários do Alentejo Central.