Alentejo: Atenção às alergias. Pólenes das urtigas e ciprestes na atmosfera

Urtigas

É muita a preocupação em torno do Covid-19, no entanto há outras doenças que deve ter em atenção e que até se podem confundir com alguns dos sintomas do novo coronavírus, como é o caso das alergias.

De acordo com a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, até ao dia 4 de março, prevêem-se níveis elevados de pólen.

No que diz respeito ao Alentejo, os grãos de pólen presentes na atmosfera encontram-se em níveis elevados, com predomínio dos pólenes da árvore cipreste e da erva urtiga.